09/06/2013

Saudosismo, Nostalgia e Estupidez.

Sentir saudade de alguém, de alguma coisa, de algum momento específico da vida é bem gostoso, até o cheiro a gente sente. Mas de forma corriqueira, impertinentemente, comparando o ontem com o hoje, penso que é um modo de fugir do presente. Sem perceberem, essas pessoas deixam impressão aos demais a imagem de que são covardes. 
O indivíduo que se permiti viver exclusivamente baseado no ontem, comparando tudo de hoje com o que já se foi me parece coisa de gente infeliz. E sofrer por idealizar algo comum da forma como ele gostaria que fosse e não é porque os tempos são outros, aí fica difícil.
Vejo pessoas perdidas o tempo todo falando do presente com desdém, criticando, metendo o pau nessa ou naquela figura, atacando daqui e dali como se estivessem numa trincheira disparando a metralhadora pra tudo quanto é lado. São como donos da verdade.
A verdade como sabemos se opõe à mentira e esta só é revelada no futuro e bola de cristal é assunto para bruxos.
Se opor, ter outras ideias e defende-las é sinal de saúde mental. Como conviver com a oposição é que são elas.
Do passado ficam as experiências, se bem diluídas ajudam no presente e garantem o futuro.
Vale o exercício. Pode-se sofrer menos e saborear melhor as lembranças. 
Caros nostálgicos depressivos, morram de uma vez ou venham que a festa está no AR. Sempre.
Postar um comentário