16/06/2013

Saudade de São Bernardo do Campo


Um bilhão e meio custou o Mané Garrincha. Será mesmo?

Google
E pelo que se sabe esse dinheiro não saiu da conta de nenhum investidor, a grana veio de impostos, dos nossos sugados impostos. Brasília quis assim e assim se fez.

Dá pra ter noção o que significa um bilhão e meio de reais e o que poderia se fazer com esse dinheirão todo, além de ir pro bolso de meia dúzia de três ou quatro? 
Será mesmo que ninguém levou ao menos vinte centavos de lambuja pra casa nesse vai e vem de licitações e liberações de última hora? Será?

Um único estádio custar tanto assim? Aliás, o gramado ficou horrível, mesmo ao preço de cinco milhões. 

As tomadas aéreas mostraram o redor ainda por terminar, é o que pareceu pelo menos do monumental Mané, de beleza arquitetônica duvidosa. A terra vermelha contrastava com a infinidade de colunas de cimento. Além de tudo ficou feio. Um estádio muito feio. Achei um trambolho.

Deviam ter marcado esse jogo para um horário noturno, com uma boa iluminação iríamos dar maior show ao evento federal. Faltou a mão do publicitário que gosta de briga de galo.

A burguesia vaiou Blater, presidente da FIFA que nos pediu mais educação, vaiou a presidente Dilma, que se constrangeu e por osmose, o Marin, o presidente da CBF, sentiu-se vaidado também, pode acreditar. Acho que nem dormiram essa noite de tanta vergonha. 

Saiba que somente a burguesia vaiou, os servos não estavam presentes, eles são convocados somente nos períodos de eleições diretas e ainda por cima, nem grana tinham para comprar os ingressos, muito caros. Restou a esses ver o jogo pela TV que é controlada pela burguesia também. Pobres coitados.

Concordei com o Blater: precisamos ter mais educação. Só complemento: mais educação e mais saúde, mais emprego e mais um monte de coisa. Principalmente ver mais seriedade com dinheiro público por parte dos nossos chefes.

Uma curiosidade: Marin, presidente da CBF, tido como apoiador de torturadores no passado bem ao lado de uma dita torturada da mesma época. Agora, esta, na condição de Presidente da República, ambos amiguinhos. Viva a democracia brasileira. 

A FIFA manda em tudo, pode até beber em estádios durante os jogos da Copa, mas quem for pego bêbado vai pagar o pato por não ter educação. Exemplar esse suíço.

Por que o governo brasileiro está pagando a conta? Por que quiseram entrar nessa de Copa do Mundo? Ah! O custo é alto, mas a receita irá superar. Entendi. 
Herdaremos grandes benefícios pelas obras prometidas que ainda serão construídas até o início da Copa. Entendi. Quais?

De onde Lula e Ricardo Teixeira, os executivos à época do fechamento do contrato com a FIFA, assistiram a abertura da Copa das Confederações?

Será que viram o jogo como os servos, os que colocaram a mão na massa durante a obra e não puderam estar presentes no dia da estréia? Esses nobres assistiram os gols de Neymar, Paulinho e Jô pela TV Globo, em altíssima definição? Tá certo isso Arnaldo?

Desculpe, pessoal. Não dá pra engolir. Não gritei GOL nenhuma vez ontem, fiquei um pouco alegre pela vitória, pelos empenho dos atletas, pelo esforço individual de cada um deles, pelos voluntários da FIFA e até mesmo do que poderia representar uma vitória brasileira se as coisas por aqui fossem diferentes.

De certo os servos vibraram e muito, a presidente está em alta nas pesquisas e tudo indica que será reeleita. Ave Cesar! 
Lula também foi vaiado no Panamericano, e quem se lembra da vaia colossal dos burgueses indignados no Maracanã? Isso não significou nada, o homem elegeu a Dilma e pronto. Arretado ele.

Saudade de São Bernardo do Campo, Seu Lula. O senhor iria cair de pau, heim! Não é?

Postar um comentário