22/05/2013

Parabéns, São Paulo!

Antes que eu esqueça, me antecipo e deixo aqui minha mensagem parabenizando a cidade pelo seu aniversário de 560 anos que será comemorado em 25 de janeiro de 2014.

Google
Paulistano de sangue e da Penha de França, dos imigrantes migrados do Brás, de sessenta anos por entre edifícios, vilas e vielas, passivo de ser assaltado e morto por entre suas ruas, faço minha história dentro de você, minha cidade que ainda me devoto. Soy loco por ti San Pablo de Piratininga, Nova York dos anos quarenta, dos bolivianos e coreanos do Pari, Mooca e Belém, outrora dos portugueses, espanhois e italianos.São Paulo de areia, cimento e zinco, do bloco baiano presos ao barro sem muito afinco. Das ruas estreitas, avenidas congestionadas de automóveis, motocicletas e caminhões. O ciclista que se inclina para não ser esmagado no vai e vem dos ônibus lotados de gente apressada com fones aos ouvidos, imprensadas pelo tempo que corre mais rápido. O minuto em São Paulo equivale a dez em outros lugares.Lugar da fome e do dinheiro em abundância. Lugar que estimula, que ofende, que atrai, que absorve e desagrega agregando. Que tem violência e ostentação lado a lado, par a par, mano a mano ao misericordioso, discordioso e concordante. Infinito aglomerado de mal cheiro, angustiado, empacotado e por isso, desbotado. O erre aqui é mais forte, o sotaque é arrogante, o nariz é empinado e o rebolado das meninas é engraçado. O sorriso é frio mas envolvente, deixa a gente doente e preocupado. Por você SP, sinto tanto desprezo, mas tanto mesmo, insuportavelmente te desprezo, que chega a dar volta no marcador alcançando a paixão eterna.Queria falar mais de ti minha cidade amada que já foi anã, mas o tempo não permite. Outros compromissos me esperam, tenho que ir, pois se eu perder esse trem, só amanhã de manhã.
Postar um comentário