21/05/2013

A espécie

(Imagem Google) - O que você vê?

Atire a primeira pedra quem não sentiu saudade uma única vez. Daquelas que dói o peito e dá vontade de sair correndo sem direção.

Levante a mão direita quem não sentiu vontade de voltar no tempo sabendo do seu próprio futuro. Nem se fosse por um único instante, num breve lapso de tempo, um bem sublime, para saboreá-lo novamente.
Dê dois passos à frente quem não teve medo de escuro um dia e preferiu deixar a luz acesa antes de deitar-se.
Fique em pé e cante as duas partes do hino nacional quem nunca mentiu. 
Faça a volta em torno da mesa somente com um pé, o esquerdo, aquele que nunca se arrependeu de nada nesta vida. 
Fique um mês sem tomar banho a pessoa que jamais amargurou ódio ou inveja ou desejo incontrolável de exterminar o próximo.
Aprenda em seis dias como falar fluentemente o árabe quem nunca desejou o que não poderia ter sido seu.
Quem nunca rotulou, blasfemou, julgou, roubou, se aproveitou, denegriu, feriu, omitiu…de ou para alguém?
Quem nunca deixou-se ser iludido sem ao menos, por um instante, imaginar que poderia estar sendo?
Quem um monte de coisa? Quem?
Postar um comentário