23/05/2013

Muro branquinho para um: ei tô aqui!

O Facebook é um muro branquinho, recém pintado onde a gente pode escrever o que quiser a qualquer hora, sem se preocupar com o guarda. Ele é sempre repintado e disponível aos pixadores.
Diretas, indiretas, fotografias, desenhos, pensamentos, lamentações, recados, reencontros, time do coração, onde estou… tudo vale.
Será que tem alguém registrando nossos rostos quando escrevemos nesse muro?
Não se imaginava pouquíssimo tempo atrás um lugar assim, tão disponível. (seria mesmo livre?)
Parece um púlpito a céu aberto bem no centro da praça em frente à Igreja do Largo da Matriz. É só ir lá e botar pra fora, sem se importa se quem pagou quer ouvir. É um entretenimento isolado, um bota pra fora e dane-se, uma espécie de - ei tô aqui!
Acho legal quando leio: Não queria dizer, agora disse… pronto…

Postar um comentário