13/08/2012

Acompanhante

Agora está mais calmo o quarto verde. Só a luz da TV ilumina de leve o ambiente.

A paciente medicada teve a dor aliviada e está dormindo profundamente neste momento. São onze e pouco da noite e espero que durma até amanhã cedo. Decidi passar a noite aqui por segurança. Fiquei preocupado, afinal esta é a minha primeira investida como acompanhante. 

Caramba, parece que tem gente que gosta disso.

Na TV assisto um filme onde um sequestrador faz refém alguns passageiros de um vagão de um trem do Metrô de Nova York, os demais ele separa, não sei como fez isso. Ele se comunica com um funcionário controlador das linhas pedindo um milhão de dólares pelo resgate. Roteiro nada original, já assisti uns quarenta filmes parecidos com esse.

Acho que é por isso que a paciente dormiu - efeito da combinação dos remédios que recebeu com um filme chato. Eu que fiquei só com o segundo estou acordado.

Vida de acompanhante é sem emoção.
Postar um comentário