20/07/2013

Alguém sabe o que é s2 para me explicar?

Uma discreta homenagem às inúmeras postagens que vejo pelas redes sociais de mocinhas bonitinhas ou nem tão bonitinhas assim, diante de espelhos de banheiros públicos, registradas pelos celulares invariavelmente encapados por ilustrações abstratas, quando em noites de baladas para que suas amigas as vejam e se mordam de inveja do seu vestidinho novo, provocando respostas disfarçadas vêm com frases bombásticas do tipo: 

#migavctafoda Amu s2

Pra elas.
"O vento soprou tão forte naquela madrugada que a lua acabou sendo levada para mais distante que o habitual e ainda se posicionando um pouco mais à esquerda de onde eu me encontrava. De cheia passou a minguante num único segundo.
A força desse vento foi tamanha que as águas do oceano, antes acomodadas tranquilas e serenas na superfície, se transformaram em gigantescas e múltiplas ondas assustadoras e tsunamis com mais de cinco mil metros de altura invadiram todas as terras do horizonte. Fazendas e edifícios se misturaram num lamaçal sem fim. Onde antes era mar um deserto se tornou.
A vida marinha, pereceu. Vi esparramadas carcaças de baleias, tubarões, sardinhas, camarões e de toda fauna marinha. Vales, antes submersos, passaram a compor uma topografia dantesca num cenário inédito de horror, tudo sob um luar tênue.
Os raios estalados pelos céus eram tão frequentes que faziam a noite parecer dia e o dia mais dia ainda. Noite e dia se misturavam num cinza nebuloso e de nada mais valiam os relógios de ouro maciço apontando que o sol deveria pairar ao leste.
Dos confins do universo se observariam os clarões e ouviriam-se as explosões dos incontáveis trovões que precediam inúmeros relâmpagos daquele pequeno ponto de luz perdido no firmamento.
Os vulcões, até mesmo os inativos, lançaram a centenas de quilômetros de altura, lavas e gases tóxicos num vômito estridente, sem controle, esparramando por todo canto, com violência, muita terra derretida.
A vida estava sendo exterminada por forças naturais, o mundo estava acabando naquele exato momento e ninguém poderia resistir ao cataclismo.
Num golpe de sorte ou lucidez fugaz consegui sacar da minha câmera e registrar toda aquela cena espetacular e imediatamente postei no facebook para que todo mundo visse antes que ele se torna-se pó e também para mostrar aos ainda vivos o quanto eu sou bom na fotografia.
Mas o mundo não acabou e tudo voltou ao normal e minhas fotos nem saíram tão boas assim. Fica para a próxima.
 \o/
Postar um comentário