01/04/2012

Pura verdade

Nesta madrugada o rádio relógio despertou às três e dezeseis. Não o programei para este horário, ele, por vontade própria, resolveu me acordar. Ao invés de soar o bip bip eletrônico que me aporrinha todas as manhãs, tocou em alto e bom som, uns acordes de pistons do tipo anunciado à chegada de um rei. O susto me pôs em pé lembrando-me de imediato dos velhos tempos do quartel quando o maldito corneteiro, desafinado, berrava com o instrumento metalizado, acordando os pracinhas e os coronéis do  Trigésimo Nono Batalhão de Infantaria Motorizada - 39 BIM, lá em Quitaúna. Sentei-me ao lado da cama procurando os chinelos com os pés e buscando interromper o volume ensurdecedor. Consegui, mas, ao ouvir a voz do locutor em tom dramático, anunciando a edição extraordinária, ajustei o volume do rádio.

Interrompemos nossa programação para anunciar que o Brasil está sendo atacado por forças alienígenas.
No início da madrugada os radares de Brasília, Manaus, Porto Alegre, Natal e Rio de Janeiro rastrearam milhares de objetos voadores de origem desconhecida, vindos do espaço em direção a terra.
Às 2h e 56 minutos iniciaram os ataques com raios ultra destruidores às sedes dos governos municipais, estaduais e federais por todo o País. Também não escaparam os edifícios Legislativos e Judiciários, Câmaras e Assembléias. As sedes da CBF e do COI no Rio de Janeiro foram dizimados, assim como, outras sedes seguem no mesmo destino. Os alvos são estratégicos.
Uma gigantesca nave de tamanho descomunal paira sobre Brasília e e dela saem naves menores, com raios esverdeados, altamente destruidores, pulverizando os prédios por todo o território brasileiro.
É uma nave enorme, maior que toda a cidade, alcançando as satélites. Ouve-se a quilômetros a sequência de cinco notas musicais bem parecidas com as tocadas pela nave mãe do filme "Contatos Imediatos do Terceiro Grau" e de tempo em tempo interrompem lançando a estridente "Ai… ai… assim você me mata… delícia… delícia… se eu te pego… assim você me mata"
Acaba de chegar informações que Catedrais, Basílicas e templos de rituais religiosos de toda a ordem, por todo o país, também estão sendo aniquilados.
Não há notícias de vítimas, parece que os alvos são mesmo as construções, os edifícios. Seus ocupantes estão sendo poupados, ainda pelo menos.

Pensei que estava tendo um pesadelo. Logo eu que sempre achei os extra terrestres fossem pacíficos, seres do bem, inteligentes que nos trariam conhecimento e paz. 
Mas não, me dei conta que estava acordado e bem acordado.
Fiquei estupefato, sem entender direito o que estava acontecendo. Nada parecia real. Segui atento a audição.

No Projac a casa do "Big Brother" não existe mais, nem a casa da "Fazenda" e muito menos as residências dos chefes do tráfico, as mansões dos banqueiros e dos agiotas. O Itaquerão foi preservado.
Todo o entulho está sendo recolhido por naves enormes que seguem em direção à parte escura da Lua. Parece que lá é o depósito do lixo, o local escolhido pelos ET's. E onde exstiam esses prédios a limpeza está sendo feita de maneira bastante surpeendente. Jardins e fontes nascem rapidamente e vê-se até alguns índios circulando livres.

Não, não poderia ser verdade. Estou sonhando, pensei novamente. Deitei-me e procurei voltar ao sono. A voz não parava de anunciar a destruição.
Até que em certo momento o locutor calou-se. Tocaram uma música serena, tranquila. Ouvi risos, dele e de mais alguém que estava no estúdio. Retornou.

Ouvintes da Banda Nova FM - a qualquer momento voltamos com mais informações, continuem com nossa programação. A mais alegre, a mais ouvida das noites do Brasil - Banda Nova FM - a primeira do primeiro de abril. 

E lascou o "Ai… ai… assim você me mata…"


Postar um comentário