29/08/2013

São leais entre si.

Meu país é escroto, acho que pelas graças de Deus e do Diabo. Só pode ser.
Nasci num país escroto. Fui criado num país escroto e vivo num país escroto. Me casei num país escroto e tive filhos e netas num país escroto. E tudo indica que morrerei por aqui como um escroto. 
#putaqueopariu de país escroto é esse em que eu nasci. 
Tem de tudo, mas de mentirinha. 
Tem hino nacional que é uma mentira. Parece ser escrito em sânscrito, ninguém entende nada e se canta com a mão no peito. 
Tem senado e câmara de mentira. Tem presidenta apática, justiça apática, eleição enfática num sistema que parece sofrer de doença psico-somática. 
Tem também escola de samba pro carnaval, traficantes de arsenal, de fumo e pó de cocaína. Tem muita vagina, corrupção, seleção e nada de faxina. 
Tem bandeira e tem palmeira, onde diziam, cantava o sabiá. 
Os brasileiros gostam de se iludir. Usam entorpecentes, alucinógenos e afins. Muitos preferem o álcool. Uns ainda, nada, simplesmente deixam assim. 
Somos hipócritas. Não houve revolução. O banqueiro não deixou. Nem a TV.
#putaqueopariu de país escroto é esse em que eu nasci.
Parece texto de Saramandaia: 
“Devido ao fato de o parlamentar cumprir pena de privação de liberdade em regime fechado, considero-o afastado do exercício de seu mandato" 
"Convoco o suplente para exercer o mandato em caráter de substituição durante o tempo em que permanecer o impedimento do titular”
Assim proclamou o presidente da câmara dos deputados federais, Henrique Eduardo Alves sobre a não cassação do mandato do deputado, Natan Donadon. 
Não houve votos suficientes.
O deputado preso, logo logo estará soltinho da Silva. 
Postar um comentário