01/08/2013

Agosto ao gosto do freguês.

Com gosto dizem que agosto é o mês do desgosto. Que gosto de desgosto têm os que dizem que agosto é de desgosto. Isso ao gosto, acredito que agosto possa ter gosto.
Que gosto teria agosto se pensarmos no agosto de trinta e um dias com gosto? Com gosto eu digo que agosto pode ter gosto. 

Dizem que agosto é o mês do azar. Azar é de quem pensar que em agosto não possa se azarar. Azarar combinado é bom. O azarado combinado gosta do gosto do azar. O azarão azara e o azarado é azarado ou azarada. O azarado ou a azarada que não gostou de ser azarado, pode dizer que teve azar. E se for em agosto culpará o agosto.

Há quem negue pronunciar essa palavra - a z a r. Diz esse que dá azar. É de matar pensar no azar com medo do azar. O azar vem sempre depois, nunca antes. Portanto, não se azare antes que o azar tente te azarar.
Mais ainda em agosto que é o mês do desgosto, pronunciar azar, pode dar azar.

Quem pensa no agosto como agosto de desgosto, começa mal o agosto e pode não estar bem no final e ficar sem chance de ver setembro chegar. Afinal, agosto pode ser bom, caso no azar você não pensar. 

Em qualquer mês do ano, muito além das nuvens, está o sol e depois dele ainda, o universo. Ele é todo nosso, inclusive neste mês.


Agosto ao gosto do freguês.
Postar um comentário