05/05/2012

Diário do dia - Sábado, 05 de maio de 2012

"Horário obrigatório reservado ao Partido da República Democrática da Casa do Cacete - PRDCC. Voltaremos com nossa programação assim que o humorístico cinza acabar"

Começa tudo de novo.

A gente é obrigado a engolir uns caras de pau falando um monte de abobrinhas como se fôssemos um bando de idiotas em todo ano de eleição. Somos, mas não apelem, passem uma vaselina antes. É a consagração da estupidez.
Gente que nunca ouvimos falar na vida entra em nossas casas através da TV, do rádio, da internet. Interrompe os sonhos fazendo deles grandes pesadelos, com mentiras, projetos revolucionários, prometendo sempre a mesma coisa e fazendo discurso mais do que decorado. E ninguém faz nada além de, no dia do voto, ir até a zona eleitoral para apertar as teclinhas e saindo por de trás de uma caixa de papelão com a sensação do dever cumprido. Como um pateta, faz cara de inteligente e ainda assina uns papeis que não sabemos nem para onde vão e guardam um canhotinho como prova do exercício da cidadania.
Se juntarmos todos os candidatos e consequentemente seus partidos políticos, salvam-se poucos ou, mais seguramente, nenhum.
Eleitos aprontam na maior safadeza, aliam-se com aos derrotados no pleito e juntos tramam o nosso escalpe. Tudo dentro da lei.
Vimos generais, banqueiros e operários no poder. Intelectuais e semi analfabetos também. Até rubros-revolucionários de carteirinha, com direito a histórico de torturas e exílios. São iguais. Uns mais que outros talvez, mas todos iguais. Transformam-se em massa podre quando sentam na cadeira estofada.

Nosso compromisso é com você cidadão. Vote em mim e juntos chegaremos lá!


Lá onde, cara pau? Vai você e carregue sua mãe. Quem sabe assim não corremos mais o risco de nascerem outros iguais a você por aqui.


Postar um comentário