13/05/2012

Abolição - 124 anos.

13 de Maio de 1888, abolição da escravidão no Brasil. A partir desta data todos os negros seriam livres, não pertenceriam a ninguém, não teriam donos. 
Dezesete anos antes, os nascidos já viriam livres, filhos de escravos, porém livres, graças ao Ventre Livre (nunca entendi isso). 
Um pouco antes, os sexagenários ganharam a euforia e os navios negreiros, legalmente, não aportariam mais no litoral do país, forrados de gente nos porões - vivos e mortos. 
Os ingleses fiscalizavam o tráfico marítimo, estimulando e garantindo a criação da mão de obra paga no Brasil, condicionando o consumo de bens por aqui para a sua revolução industrial. 
Camuflados, alguns navios insistiam, dissimulavam o trânsito não permitido e até atiravam negros no oceano,  pressentindo a aproximação do fiscal - daí a expressão "para inglês ver".
Imigrantes europeus chegavam também ao país oferecendo mão de obra mais barata. Esses seriam explorados de outra forma. Agora livres, os negros concorriam às migalhas oferecidas, ainda com a pecha de sub humanos. 
Trezentos anos de escravidão negra a partir da percepção, principalmente religiosa que compreendia que os índios não poderiam se submeter a essa condição e os colonos exploradores encontraram na África a solução. O movimento dos moinhos e das plantações estariam garantidas, com crueldade, física e moral.
Há 124 anos estão livres. Tão livres como brancos e amarelos, todos enclausurados nessa confusão.

Postar um comentário