14/10/2014

Nada de Novo no Front

Ilustração - Jacques-Armand Cardon
É um pontapé no saco ouvir a opinião dos outros? Não, acho que não é. 

Pontapé seria se tivéssemos todos a mesma opinião. E como já disseram: toda unanimidade tende a ser burra. Portanto, meu velho, vida de asno é para asnos e não para humanos.

Sem a controvérsia a vida seria mais triste que viver num casebre cinematográfico, um inverno inteirinho, em meio a um monte de neve. Bonito de se ver na tela, mas horrível de se estar por mais de meia hora.

Pra mim, a vida depois de 26 de outubro não mudará muito. Se vai um ou se vai outro para Brasília, pouco ou nada sentirei a diferença. 

Essa geração não verá nada de novo pela frente.

Deixo então aos entusiasmados a defesa das convicções. Assistirei as argumentações na TV de altíssima definição.

Em dia 26 de outubro do ano que vem, boa parte delas nem vai se lembrar da opinião de um ano atrás.

Exceto alguns.

Postar um comentário