26/10/2014

Deu Reeleição e Oposição.

Burros à sombra depois da festa, afinal, ninguém é de ferro. 
O país reelegeu Dilma Rousseff como Presidente ou Presidenta da República, como alguns preferem. 
Tudo bem, vamos em frente. 
O que chamou a atenção foi a diferença pequena de percentual entre os prós e os contras - 51 pontos alguma coisa para uma e 48 pontos e outra coisa para o outro.  
Pode-se dizer que foi um quase meio a meio ou meia a meia - mussarela e calabresa. 
Imagem - Do Blogueiro
O que indica um resultado interessante para se pensar, pois ficou clara a bipolaridade de percepção, uma metade da população satisfeita com a reeleição, mas a outra, nada satisfeita. Aliás, bastante insatisfeita. Muito, mas muito mesmo.
Quem sabe assim haja estímulo para a criação de uma oposição verdadeira, ávida, cheia de clamor de povão, deixando clara para a situação a existência da parcela mega insatisfeita. E com tamanha representatividade necessária para consagrar-se uma autêntica oposição política. 
Uma oposição que se mostrará intolerante para mentiras, abusos de poder, desperdício de dinheiro público e também que parem de culpar a mídia quando de denúncias divulgadas. Não cola mais, ninguém aguenta mais isso. Nunca sabem de nada, é sempre mentira, conspiração. Como se dizia antigamente: intriga da oposição (em desuso)
Enfim, no que coube ao povo nessa eleição ele cumpriu a sua parte e até que bem. 
Agora, senhores políticos a coisa é com vocês. Me permitam, pulhas vegetativas famintas por dinheiro e poder, tratem de se comportarem como bons meninos, pois a outra metade vai estar na cola  de vocês, o tempo todo. E ai daquele de querer ser mais espertinho que nós. Cortamos o saco e damos aos porcos e quem não tiver saco cortamos o pó-de-arroz e pronto.

Postar um comentário