02/09/2014

Fé doente, mente pra gente.

Fé não se discute, se a tem ou não. 

Religião não se discute. Time do coração não se discute. Opção sexual não se discute. Dilma ou Marina não se discute. Política não se discute. FHC ou Lula não se discute. Se tem ou não tem papel higiênico não se discute. 
Nada se discute na pequena Veneza de Colombo... ops... de Chávez.


FOLHA DE S.PAULO
TERÇA-FEIRA, 2 DE SETEMBRO DE 2014 - 22:08

Militância lança 'Pai Nosso' em homenagem a Chávez na Venezuela
DA EFE
02/09/2014 16h57
"Chávez nosso que estas no céu, na terra, no mar e em nós, os delegados.Santificado seja teu nome. Venha a nós teu legado para levá-lo aos povos daqui e de lá.Dai-nos hoje tua luz para que nos guie a cada dia e não nos deixes cair na tentação do capitalismo, mas livrai-nos da maldade da oligarquia, do crime do contrabando.Porque nossa é a pátria, pelos séculos e séculos. Amém. Viva Chávez" 
Participantes de uma oficina do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), do presidente Nicolás Maduro, lançaram nesta segunda (1º) uma versão chavista do "Pai Nosso", em homenagem ao ex-presidente Hugo Chávez (1954-2013).
A "Oração do delegado" foi lançada pelos participantes da "I Oficina de Projeto de Sistema de Formação de Partido Socialista", e começa com a frase "Chávez nosso que estás no céu".
A oficina começou na última quinta-feira (28) e terminou nesta segunda. O encontro foi finalizado com a leitura da oração, que contou com a participação de cantores e poetas que dedicaram suas peças ao ex-presidente e à chamada revolução bolivariana.
Acompanhado de boa parte de seu gabinete ministerial, governadores chavistas e outros funcionários, o presidente Nicolás Maduro fez um discurso no qual afirmou que a revolução se encontra em uma fase que "exige cada vez mais formações de valores".

"Quando nos perguntamos que valores devemos formar e quando nos perguntamos onde devemos formar esses valores, há apenas uma resposta: devemos nos formar nos valores de Chávez no combate diário na rua, criando, construindo revolução, fazendo revolução", disse Maduro.

Postar um comentário