19/09/2013

Os 12 Condenados

Na boa! Alguém tem esperança no Brasil?

Oh! Sim, claro! Que pergunta mais sem sentido.

O Brasil é o país do futuro! No Brasil não tem guerra, não tem terremoto, o povo é pacífico, tem boa educação e bons serviços públicos. Tudo de primeira. 
O Brasil é penta-campeão, tem praias, mulher pra caramba. Tem cerveja gelada e com jeitinho, por aqui, tudo se resolve. 

Além do mais, Deus é brasileiro e vive entre nós curtindo um estado absolutamente democrático. 

Bla… bla… bla…

Dá vontade de vomitar. Mentiras safadas.

O sistema, meu camarada, é mais forte que esse Deus nacionalizado. Esse que foi inventado pelo próprio Sistema para ser como doses homeopáticas de cocaína que depois, mais em conta, virou crack.

Em junho passado até ameacei a acreditar numa revolução. Vi pessoas andando pelas ruas indignadas, berrando palavras de ordem. Pensei que as coisas pudessem mudar na essência, que nada. Fui idiota mais uma vez. Acho que pelo desejo de mudanças verdadeiras me deixei ser envolvido. Nem bem acabou a Copa das Confederações a turma esqueceu e os ratos voltaram à cena.

Não tem jeito.

Esperança mesmo era o nome da minha professora no 4˚ ano do Grupo Escolar Julio Ribeiro, lá na Vila Moraes. Ela sim, foi uma revolucionária. O resto é balela.

Aos doze condenados, meus parabéns! Agora vocês são ex. A Justiça brasileira, pressionada, reviu a decisão anterior. E só em 2014 vocês serão julgados novamente. 
Mas relaxem, tudo indica que serão absolvidos ou, quando muito, penalizados com distribuição de cestas básicas. O partido pagará a conta, não se preocupem.

Deverá acontecer imediatamente após a Copa do Mundo onde a seleção da TV Globo provavelmente será mais uma vez campeã. 

O país estará vivendo um período de muita felicidade e os brasileiros estarão na mesma de sempre - duros, espionados, mas felizes com seu Deus no coração e reelegendo todo mundo.

E viva o sistema! 
Postar um comentário