18/03/2016

MANSOLIÓIDE

A doença do terceiro milênio 
Imagem - Google
 O corno manso é um crente de carteirinha.  Tem título do clube e paga a mensalidade rigorosamente em dia. Ele acredita firmemente na parceira ou no parceiro somente pela convicção de que está do lado da única verdade do universo. 
O manso é um intransigente convicto. 
Não existem argumentos que o convençam de que talvez, somente talvez, sei lá, por uma lapso qualquer, sua parceira ou parceiro cometeria sequer um minúsculo, quase imperceptível errinho de nada. Essa possibilidade o manso considera absurda.
Nunca o provoque, a reação do manso é desacerbada. 
Em algum momento da vida, intra ou externa uterina, ele, ainda na condição de bravo, é contaminado pelo mansolióide, um vírus que provoca a degeneração lenta da percepção e gera no cérebro uma visão distorcida da realidade. 
O manso inverte os fatos toda vez que se sente ameaçado, provavelmente para compensar um relaxamento intelectual que é outro sintoma da doença.  
Mansolióide é também conhecida como lavagem cerebral mansa (LCM). 
O mundo está infestado de cornos mansos e o Brasil contribui bastante para que esse contingente chifrudo se mantenha em crescimento.  
Mansolióide, seria uma nova epidemia?

Postar um comentário