12/04/2015

Correntes solitárias, a fé e eu.

Imagem do blogueiro intrépido
Lamento dizer que, pra mim, a manifestação anti Dilma e PT que ocorre neste domingo pelo país, ideia a qual me alinho, me lembra e muito as procissões católicas de Piracaia: 
meia dúzia de gatos-pingados andando pelas ruas da cidade em correntes solitárias, cantarolando coisas incompreensíveis, rogando o metafísico em noites de lua cheia das sextas-feiras frias de outonos de folhas secas caídas ao chão.
Convicto, continuo acreditando que políticos e adeptos não servem para nada, além de me provocarem fortes diarréias. 
O sistema é poderoso, é mais um Deus. 
Tá bom, depois chegou mais gente. 

Postar um comentário