27/07/2014

A fé move montanhas, mas por ela se destrói coisas belas.

A gente banca o Estado e o Estado banca a Fé. E quem desdém da Fé o Estado tira do pé. Deus ameaça a gente se a gente crê diferente. Mas o mal que o Estado e a Fé fazem na gente, nem de longe Deus desmente. 
Quem protege a gente é o agente da Fé.
Que não permite que em seu templo se entre a pé.
Só de ônibus, de caravana, como num programa de auditório da TV venezuelana.
Imagem - Google
A rigidez do macarrão cru se esvai quando na água quente ele cai. 
Em pouco tempo amolece e se confunde com os demais.
Juntando-se como em qualquer entidade - política, religiosa, filantrópica, seja lá qual for, com o tempo o sujeito se rende, perde a identidade, esperneia e deixa de ser humano de verdade.
Imagem disponível na Internet - Israelenses e Palestinos em guerra
 Vira pedra.


Postar um comentário