05/07/2015

Diário de Bordo

Rua Belém - 1960 - Facebook/Memórias Paulistanas
Data estelar: 05.07.2015 - centésimo, octagésimo sexto dia, um domingo. 
Já nos primeiros indícios de luz percebemos que teríamos uma manhã fria e úmida, assim como foram o dia anterior e seu anterior, dias sem sal e sem açucar. 
Depois de navegarmos seis décadas do calendário terráqueo, por turbulentas regiões deste curioso planeta cor de anil, quando deixamos para trás nossa cidade natal, a cosmopolita São Paulo. 
Decidimos, minha amada esposa e eu nos transferirmos para a pequena e progressista cidade de Atibaia, 60 quilômetros do nosso ponto inicial. E é daqui que escrevo para saldar os homens e mulheres da Terra que por ventura estejam lendo essas minguadas linhas em algum canto do cosmos. 
Temos um laço de afeto com a Estância, há mais de trinta anos estelares, meu pai comprou uma gleba de terra num lugar chamado Jardim Imperial e construiu sua moradia onde depois alguns anos depois transferiu-se com minha mãe - de São Paulo seguiram para Atibaia, cansados de lá e esperançosos daqui. 
Sabia que em questão de tempo estaria eu fazendo a mesma viagem.  Assim como meu pai.
A gente sabe do futuro, a gente é que não quer falar sobre ele. 
Vida longa e próspera para todos daí, daqui e de lá. 
Bom dia!
Postar um comentário